Fernando Pessoa - poemas
www.mDaedalus.com
poemas
de
Pessoa
A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
 
Fernando Pessoa
 A Neve

 
A NEVE PÔS uma toalha calada sobre tudo.
Não se sente senão o que se passa dentro de casa.
Embrulho-me num cobertor e não penso sequer em pensar.
Sinto um gozo de animal e vagamente penso,
E adormeço sem menos utilidade que todas as ações do mundo.
 
 
  • A nada imploram tuas mãos já coisas, Ricardo Reis
  • Análise, Cancioneiro 
  • Análogo começo, Poesias Inéditas 
  • Andavam de noite aos segredos, Poesias Inéditas 
  • Andei léguas de sombra, Cancioneiro 
  • Antes de nós nos mesmos arvoredos, Ricardo Reis
  • Antes o vôo da ave, que passa e não deixa rasto, Alberto Caeiro 
  • A nau de um d'elles tinha-se perdido, Mensagem - O Encoberto

  • Google
     
    Web mdaedalus.com
    página de Pessoa
    página principal
    com o apoio de:
    www.travel-images.com
    Fernando Pessoa - poemas
    www.mDaedalus.com