Fernando Pessoa - poemas
www.mDaedalus.com
poemas
de
Pessoa
A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
Fernando Pessoa

Navegar é Preciso

Navegadores antigos tinham uma frase gloriosa:  

"Navegar é preciso;  viver não é preciso".

Quero para mim o espírito [d]esta frase, 
transformada a forma para a casar como eu sou:

Viver não é necessário;  o que é necessário é criar.
Não conto gozar a minha vida; nem em gozá-la penso.
Só quero torná-la grande, 
ainda que para isso tenha de ser o meu corpo e a (minha alma) a lenha desse fogo.

Só quero torná-la de toda a humanidade; 
ainda que para isso tenha de a perder como minha.
Cada vez mais assim penso.

Cada vez mais ponho da essência anímica do meu sangue 
o propósito impessoal de engrandecer a pátria e contribuir 
para a evolução da humanidade.

É a forma que em mim tomou o misticismo da nossa Raça.


 Nota:
"Navigare necesse; vivere non est necesse" - latim, frase de Pompeu, general romano, 106-48 aC., dita aos marinheiros, amedrontados, que recusavam viajar durante a guerra, cf. Plutarco, in Vida de Pompeu]

 
  • Navio que parte para longe, Alberto Caeiro
  • Negue-me tudo a sorte, menos vê-la, Ricardo Reis
  • Nem da erva humilde se o destino esquece, Ricardo Reis
  • Nem defini-la, nem achá-la, a ela, Cancioneiro
  • Nem o bem nem o mal define o mundo, Poesias Inéditas
  • Nem rei nem lei, nem paz nem guerra, Mensagem - O Encoberto
  •  

    Google
     
    Web mdaedalus.com
    página de Pessoa
    página principal
    com o apoio de:
    www.travel-images.com
    Fernando Pessoa - poemas
    www.mDaedalus.com