Fernando Pessoa - poemas
www.mDaedalus.com
poemas
de
Pessoa
A
B
C
D
E
F
G
H
I
J
L
M
N
O
P
Q
R
S
T
U
V
Alberto Caeiro

A Noite Desce


 
A noite desce, o calor soçobra um pouco,
Estou lúcido como se nunca tivesse pensado
E tivesse raiz, ligação direta com a terra
Não esta espécie de ligação de sentido secundário observado à noite.
À noite quando me separo das cousas,
E m'aproximo das estrelas ou constelações distantes -
Erro: porque o distante não é o próximo,
E aproximá-lo é enganar-me.

 
  • Andei léguas de sombra, Cancioneiro 
  • Antes de nós nos mesmos arvoredos, Ricardo Reis
  • Antes o vôo da ave, que passa e não deixa rasto, Alberto Caeiro 
  • A nau de um d'elles tinha-se perdido, Mensagem - O Encoberto
  • A neve pôs uma toalha calada sobre tudo, Alberto Caeiro 
  • Aniversário. , Álvaro de Campos
  • Anjos ou deuses, sempre nós tivemos, Ricardo Reis

  •  


    Google
     
    Web mdaedalus.com
    página de Pessoa
    página principal
    com o apoio de:
    www.travel-images.com
    Fernando Pessoa - poemas
    www.mDaedalus.com